Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Princesa de cristal

Diário de uma sonhadora

28
Nov18

...

Achei que não devia comentar nada com ninguém sobre a minha estadia no hospital, não por não gostar de receber visitar, mas sinceramente não valia a pena...

Tirando os meus pais (que graças a Deus me iam levando boa comidinha) , só a familia e uma amiga é que souberam. Amiga essa que foi logo no dia a seguir, uma querida mesmo. 

 

Quando estava a espera do voo em Madrid, o "abóbora" mandou-me sms a perguntar se a viagem tinha corrido bem...não sei por alma de quem, respondi que estava super doente, que ainda estava em Espanha mas que só tinha voo ao final do dia.

 

A resposta dele foi simples e curta "toma alguma coisa e bebe água que isso passa!".

Estava tão "pedrada" que não liguei a mais nada, só me apetecia estar quieta e de olhos fechados. 

Só voltei a ter noticias dele no dia seguinte, quando me enviou sms "Bom dia tas melhor?" e ainda na dúvida se deveria responder ou não... acabei por enviar um "Fiquei internada, estou com pneumonia".  

 

Vou ser muito sincera, estava mesmo a espera de um telefonema dele super preocupado ou sei lá... uma visita talvez?! NADA! Não houve telefonema, não houve visita e tão pouco se mostrou preocupado!

Nos dias seguintes houve uma sms de "Bom dia" sem qualquer resposta da minha parte, até que ele ao final 3 dias me manda a seguinte sms "Os mortos não leêm sms's por isso deves estar bem".

 

Confesso que fiquei magoada...parece que tudo aquilo que vivemos não significou nada. Eu tenho consciência que depois do que ele me fez e de tudo o que foi dito, anormal seria ele se preocupar mas caramba e aquela amizade que estava acima de tudo?!

 

Senti uma profunda tristeza... por me aperceber da insignificância que fui na vida de alguém! Apesar de ter dado o meu melhor, todo o meu carinho, respeito, amizade... parece que nada disso ficou!

 

E é triste, muito triste ... 

27
Nov18

O regresso das férias...

Podia ter sido tudo perfeito...podia, mas não foi! Uns 2 dias antes de regressar a Portugal comecei a ficar sem voz, nada de preocupante (pensei eu).

Tinha ido prevenida para algumas eventualidades básicas e tomei beneron só por descargo de consciência. Não tinha febre, não tinha dores de cabeça/corpo...o único senão era não conseguir falar e alguma tosse (o que era super chato diga-se!).

 

Em conversa com um casal que conhecemos lá pelo resort fiquei a saber que SUPOSTAMENTE a medicação de cá não funcionaria lá (não me parece ter lógica nenhuma mas... who cares!) e que bastava dirigir-me à recepção do hotel e falar com alguém da farmácia e eles receitavam-me algo. 

Como não tinha levado nada especificamente para a garganta... resolvi ir lá perguntar e eles receitaram-me umas pastilhas e uns comprimidos azuis (parecia que andava a tomar viagra ).  A verdade é que a voz até voltou...muitooo rouca mas já conseguia falar, mas não fez mais que isso.

 

No dia de regresso, acordei já toda entupida...já não deu para aproveitar a praia antes de vir mas paciência. Almoçamos e eram 16h quando saimos do hotel...o voo era só às 22h...  

 

Ia bem, entupida mas bem...e por volta das 19h30 ± chegamos ao aeroporto e pela primeira vez (logo quando uma pessoa estava já meia zombie...agora que penso nisso, poderia ser algo suspeito...hummm ) obrigaram-me a sair da cadeira, até a descalçar-me... (não fosse eu levar algo ílicito ) .

 

A viagem foi a dormir... acordei apenas para beber água, nem comi nada e finalmente...chegamos a Madrid! Eram umas 10h da manhã e apesar de toda a gente dizer que estava um frio enorme, eu transpirava por todos os lados!!! Lá tirei o casaco e cascol da mala, mas vesti porque tive medo de ficar ainda pior...

 

Agora imaginem o que é ter que esperar por outro voo para Portugal, quando estamos cheios de febre e esse voo é só ao final do dia?! Azar eu sei...mas não, a falta de sorte não fica só por aqui. 

Não vou descrever como consegui aguentar tantas horas a espera, porque sinceramente nem eu própria sei! 

 

Quando fui despachar a bagagem, a gaija do balcão devia estar a dormir ou pior que eu... e em vez de me dar o meu bilhete, dá me 3 bilhetes de outras 3 pessoas com destinos diferentes! (juro nem eu percebi...devia quer livrar-se da papelada que tinha em cima do balcão e acho me com cara de caixote de lixo...

 

Como estava completamente aerea, nem sequer me dei ao trabalho de verficar nada... recebi o papel dela dobrado e meti no meio do passaporte e no bolso do casaco. Quando me dirigi para a porta de embarque, pedem-me obviamente o bilhete e eu na minha inocência e cara de zombie, entrego o que me deram.

 

Pergunta-me se eu era a X, XX ou XXX e eu "HUH???" (estava ainda super rouca e confesso que o espanhol não é o meu forte e claro que estas situações só acontecem nos momentos mais inoportunos...o meu irmão já tinha ido no voo pra Londres logo não tinha quem falasse por mim). Resolvia-se facilmente essa questão, se mostrasse o bilhete no meu telemóvel, o problema é que fiquei sem bateria minutos antes de ir pra porta de embarque e o carregador estava na mala, que tinha sido despachada!!! Mas expliquei a situação em inglês e ela super simpática tratou de tudo sem problemas.

O voo depois para o Porto foi tranquilo? Foi...só foi pena estar atrasado quase uma hora!

 

Quando o avião aterrou no Porto, toda a minha alma festejou!!!  E como tenho cadeira de rodas, sou a última a sair do avião e quando uma pessoa tem pressa é quando as pessoas parece que engonham....ohhh senhores parece que arrastam os pés! 

 

Nem cheguei a vir a casa, fui direita às urgências e adivinhem lá...a menina estava com pneumonia, já com uma manchinha no pulmão direito !  

 

Conclusão, fiquei logo internada e tive depois uma semana de baixa! Daí esta minha ausência prolongada aqui do blog/internet. Mas estou de volta e a plenos pulmões!  (isto tudo foi para prolongar as férias hihihi)

 

 

26
Nov18

Samaná

Voltei... infelizmente não da melhor maneira mas a vida às vezes prega-me cada rasteira...😐 (fica para um próximo post)

 

Mas deixem me falar de Samaná...que lugar fantástico! Fiquei completamente apaixonada por aquele povo. A simpatia, a alegria, a descontração, apesar da pobreza e das condições de vida super difíceis, é um povo que tem sempre um sorriso no rosto, acompanhado de um "Olá " caloroso! 

 

Logo que cheguei, o aeroporto pareceu-me muito básico (opinião essa que viria a mudar no regresso), mas já tinha o senhor da agência a minha espera e correu super bem. A diferença brutal da temperatura notou-se logo quando saimos do avião...uma verdadeira estufa!!! 

 

Hotel

Falando um pouco do hotel ...pufff era fantástico, não podia ter escolhido melhor!

 

Super acessível com rampinhas em todo o lado ...wc's adaptados espalhados pelo resort e de uma higiene incrível (com velinhas de cheirinho e tudo), cadeira anfíbia para ir ao mar e apesar de ser um resort relativamente pequeno tinham sempre uns carrinhos para levar as pessoas.

 

Havia sempre muita animação (mesmo naqueles dias em que chuvia torrencialmente durante uns minutos), com aulas de dança, bingo, ou outro tipo de jogos. Uma cena muito engraçada, era uma app que o hotel tinha, e que durante a nossa estadia nos mantinha atualizados de tudo que se ia passando. Os espetaculos que iam acontecer, os restaurantes em que tinhamos feito reserva (aii se eu soubesse o que sei hoje não tinha lá metido os pés ), etc. 

 

A praia...era fantástica! Super limpa (sem algas...uma ou outra na água mas nada de especial), a água "sopinha" não apetecia sair de tão boa!  Eu só sei que fui para lá com acne na zona do queixo, o meu nariz terrivel também...e vim de lá com a cara L-I-M-P-I-N-H-A!  (Devia ter trazido água do mar engarrafada sempre me ficava mais barato que os cremes que compro por cá!)

 

Comida

Nada a dizer! Sempre muito variada... (nós ficamos fãs do puré de abóbora mas infelizmente nem sempre tinham ), opções vegetarianas, para celíacos, uma variedade enormeeeeee de pães, enfim...tudo super fresco. Infelizmente pecavam pelas fracas sobremesas, mas acabava por compensar nas frutas tropicais e nos gelados (tinham também cascata de chocolate braco ou preto... para molhar a fruta....DELÍCIA!)

Normalmente este tipo de hotéis tem tendência para repetir bastante os pratos, mas todas as noites ao jantar, no restaurante principal, haviam sempre pratos típicos de uma região.

 

Excursões

Uma banhada! Compramos 2 excursões, a primeira fomos num autocarro tipo safari onde paramos numa casa típica dominincana onde provamos imensas coisas (café orgânico, cacao, rum etc etc), depois fomos para uma praia onde almoçamos lagosta (que para mim aquilo era mais lagostim que lagosta mas ok... nada de especial) entre outras coisas e passamos aí a tarde. Houve também direito a andar de cavalo na praia durante uns 20 minutos.

De 0 a 10.... dou praí 5,5 ( não compensou os 80€ ± por pessoa)

 

A segunda, fomos de barco durante uns 30minutos (com muitas bebidas e música) até ao parque natural (supostamente iriamos ver grutas de piratas ). Mas o que vimos foram umas rochas no meio da água e uma pseudo gruta onde eu nem saí do barco porque não valia a pena o esforço...!

IMG_0127.JPGIMG_0135.JPG

Ao longo da excursão havia um rapaz que fazia parte da equipa deles e que ia tirando fotos e por estupidez (e alguma inocência vá...) achamos que comprar as fotos sem as ver era boa ideia ...e lá demos nós 90 dólares (e inicialmente pediam 170 ). Quando chegamos a Portugal e metemos a pen no computador..não imaginam o ataque de riso que nos deu!!! 90% são da mesma pessoa em todas as posições imaginarias e os outros 10% ou estão desfocadas, ou desenquadradas... sem exageros...aproveitamos umas 2 ou 3 no máximo!!!  (deixo 2 exemplos acima!)

 

Depois das "famosas grutas" fomos para a praia onde fizeram o anúncio da bacardi. Almoçamos lá.. e passamos lá o dia. Estava a espera de uma praia tipo UAU e baaaa fiquei um pouco desiludida. A do nosso hotel era bem melhor. Muitooooo comércio e apesar deles serem super simpáticos chegava a ser cansativo estar sempre a dizer que não. De 0 a 10... dou 6. 

Ainda tinhamos pensado em fazer outra, de moto4 pelas plantações de cacao e café mas infelizmente era época baixa e tinham limite mínimo de pessoas. Mas tendo em conta as banhadas das outras, acho que foi mesmo o melhor.

Foram 7 dias fantásticos, num país apaixonante e valeu cada centimo (ok exceto as excursões e as fotos "profissionais" ) e apesar das horas de viagem, mas que se fazem super bem.

Não voltarei apenas porque existem tantos outros lugares para conhecer mas sem dúvida nenhuma que Samaná fica no !

 

 

 

03
Nov18

Cheguei ao paraíso

 Cheguei na quarta-feira por volta das 23h ao hotel. A viagem não foi de 6 horas como mencionei no outro post mas sim... 8h!

Assim que saí do avião, parece que se entra literalmente num forno! 😐 para quem vinha de uma temperatura de 8 graus... a diferença é deliciosamente brutal! Hihihi

A viagem para o hotel durou cerca de 2h40 num mini bus não muito confortável mas fez se bem! Eram 23h00 hora local quando cheguei e meus amigos... que paraíso!!!

As horas de viagem que pareciam intermináveis, depressa foram esquecidas! 😊😍

Deixo uma foto do meu primeiro por do sol ...

 

IMG_20181101_190400_911.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.